Quando serei feliz?

Imprimir

Extraído do livro: “Aliviando a bagagem”, Max Lucado, CPAD.

Venha comigo à prisão mais populosa do mundo. A instituição tem mais ocupantes que beliches. Mais prisioneiros que pratos. Mais residentes que recursos. É a prisão mais opressiva do mundo. Apenas pergunte aos ocupantes; eles lhe dirão. Eles estão extenuados e subnutridos. Suas paredes são nuas, e as beliches, duras. Nenhuma prisão é tão populosa, nenhuma é tão opressiva, nenhuma é tão permanente.

A maioria dos ocupantes nunca sai. Eles nunca escapam. Nunca são soltos. Eles cumprem uma sentença de vida nesta abarrotada e mal provida instituição. O nome da prisão? Você o verá na entrada: Q-U-E-R-E-R. E quando eles tiverem “um” serão felizes. E eles estão certos disso. Quando eles tiverem “um”, sairão da prisão. Então acontece. O encanto com o novo passa. As expectativas goram, e antes que se perceba, outro ex-condenado quebra a liberdade condicional e retorna à prisão.

Você está esperando que uma mudança nas circunstâncias traga uma mudança à sua atitude? Se assim é, você está nesta prisão, e precisa conhecer um segredo sobre viajar sem bagagens. O que você tem no seu Pastor é maior do que o que você não tem na vida. O que separa você da alegria? Preencha o espaço com a resposta correta: Serei feliz quando ________________? (Curado ou promovido ou casar ou ter um carro ou etc..etc..etc..)

Um missionário guiava uma adoração em uma colônia de leprosos. Perguntou se alguém tinha algo para cantar. Foi então que uma mulher se voltou e ele viu a face mais desfigurada que jamais vira. Ela não tinha orelha nem nariz. Seus lábios não existiam mais, Contudo ela levantou uma das mãos sem dedos e pediu o hino “conta as bênçãos”. O missionário começou o hino mas não pôde terminar.

Você e eu poderíamos orar como o puritano? Ele sentava-se para uma refeição de pão e água, curvava a cabeça e dizia: “Tudo isto e Jesus também”. 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.