A Garantia que Temos em Cristo

Imprimir

Esse é o quarto sermão de John MacArthur de uma série sobre a carta aos Efésios,  conforme links no final deste texto. 


Para aqueles de vocês que podem estar nos visitando, estamos comprometidos em ensinar a Palavra de Deus. Creio profundamente que tudo que Deus deixou na Sua Palavra é absolutamente necessário. Estamos garimpando os tesouros que Deus deixou para nós. Somos muitos gratos pela preciosidade da Palavra de Deus.

Uma das partes mais maravilhosas da Bíblia é a carta que o apóstolo Paulo escreveu à igreja em Éfeso. É chamada de carta aos Efésios. Esta carta maravilhosa expressa algumas verdades tremendas que transformam a vida. E para nós, nesta manhã, acho que Deus realmente falará sobre algo que é extremamente maravilhoso, é como se fosse uma prévia das “coisas que Deus preparou para nós”.

As pessoas sempre estão preocupadas se serão capazes de realizar seus sonhos para a suas vidas. Há um temor por essas coisas, tantos em jovens como também em pessoas mais velhas. Isso me leva a compartilhar com vocês os pensamentos em Efésios 1: 11 a 14, porque eles são realmente sobre a promessa de Deus em Jesus Cristo para todos os que creem. Há algumas coisas que podem tornar a vida significativa. Há coisas fantásticas que Deus planejou para aqueles que estão em Cristo.

A palavra “promessa” é um tanto temerosa para muitos. Todos conhecemos pessoas que fizeram promessas e não as mantiveram. E, francamente, todos nós já fizemos promessas que não foram mantidas, não é verdade? E em nossa sociedade de hoje vemos promessas, promessas e mais promessas. Os governos, nações, políticos, propagandas e até mesmo pregadores. E todos as quebram sem cerimônias. Até mesmo maridos, esposas, irmãos, irmãs, pais, mães, amigos, inimigos e etc agem assim.

Mas há alguém que faz promessas e nunca as quebra. Nunca. Esse é Jesus Cristo. E a promessa que Ele faz aqui em Efésios 1: 11 a 14 é, acima de tudo, maravilhosa e sem nada semelhante no universo. E quero compartilhar com você esta manhã o que Paulo tem a dizer sobre isso.

II Pedro 3:9 diz: “O Senhor não retarda a sua promessa”. Hebreus 6:18 diz que “é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta”. No verso 10:23 diz: “Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu”. Romanos 4:21 diz que Deus é poderoso para cumprir suas promessas. Há alguém que cumpre suas promessas: Deus.

Agora ouça, Efésios 1 de 3 a 14, no original grego, é apenas uma frase. E uma frase com mais de 200 palavras! É a frase mais longa na Bíblia. O coração do apóstolo está tão cheio de louvores, que não consegue parar. Ele está louvando a Deus por essa promessa maravilhosa que Ele nos deu em Jesus Cristo. Isso é o que está no coração dele.

Em Efésios 1:3, Paulo diz: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo”. Ele nos escolheu e predestinou Nele antes da fundação do mundo, para o louvor de Sua glória. Na vez passada, vimos a redenção que nos foi dada em Cristo, conforme o verso 7: “no qual temos a redenção, pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo a riqueza da sua graça”. O versículo 8 diz que Ele abundou para nós toda sabedoria e prudência. Ele mesmo nos fez conhecidos os segredos de Sua vontade. E, no versículo 10, Ele vai nos levar a uma grande e harmoniosa união com Ele para sempre. Não é de admirar que Paulo se derrame em louvor.

Nas vezes anteriores, vimos que os versículos 3 a 14 de Efésios 1 são divididos em três partes. No capítulo 2, Paulo começa a explicar como a igreja opera no mundo, como veremos à medida que avançarmos nesta carta maravilhosa. Mas, no primeiro capítulo, ele fala da eternidade passada, o que Deus projetou e fez “antes da fundação do mundo” (v.4). E ele nos deixa ver a história do planejamento magistral de Deus, sendo que a chave básica para tudo é a construção da igreja. E Paulo diz: aqui está Deus antes da fundação do mundo, juntando a igreja.

Três palavras-chave separam as três partes para esta passagem. Primeiro, o plano que Ele usou foi baseado na eleição. Fomos Escolhidos Nele antes da fundação do mundo. Isso é o que nos dá o nosso valor. Você, que está em Cristo, foi planejado por Deus na igreja antes do início do mundo. E a segunda palavra que ele usa é a redenção (v.7). Aqueles que Deus Elegeu Ele redimiu. E a palavra significa “comprar de volta”, estávamos perdidos e escravos do pecado, Ele nos resgatou.

A terceira palavra é herança. A razão pela qual Ele nos escolheu foi para nos redimir. A razão pela qual Ele nos redimiu foi para nos dar uma herança e grandes e preciosas promessas.

Lembro-me de uma vez que estava nas montanhas em Big Bear Lake (cidade localizada no estado da Califórnia) e havia um jovem lá que tinha um braço e uma perna severamente atrofiados. Nós estávamos tentando trabalhar com um grupo de jovens em um acampamento lá em cima. Eu quis conversar com esse jovem, que estava sempre arredio. Ele me mostrou seus membros deficientes e disse: “Olha o que Deus fez para mim”. E eu lhe disse: “Você quer saber uma coisa? Esse não é você!”.

Ele respondeu: “Quem é esse?”. Eu disse: “Não é você”. Ele disse: “Bem, o que você quer dizer com isto?” Eu disse: “É apenas uma casa temporária onde você mora… só isso. Você é eterno”. E eu completei: “Não é só isso, Deus tem um plano eterno para você e Ele também tem um novo corpo para você no futuro”. Ele disse por duas vezes: “Você está brincando?” Eu respondi duas vezes: “Não, eu não estou brincando”. E eu compartilhei Jesus Cristo e o Evangelho com ele em torno de uma pequena mesa lá na montanha. Ele se entregou a Cristo e deu seu coração a Ele.

Você vê, ele percebeu que Deus tinha uma riqueza imensurável para ele que excedia em muito os dissabores desta vida. O verso 11 de Efésios 1 diz: “nele, digo, no qual fomos também feitos herança”. Esta é a palavra de Deus para nós. Ele está dizendo que obtivemos uma herança. Agora, em qual tempo está o verbo ‘obtivemos’? Passado. Isso significa que já aconteceu. Você diz: “Bem, espere um minuto, já recebemos essa herança?”. Está certo. No momento em que você passou a estar em Jesus Cristo, a herança é sua.

Eu direi uma coisa interessante sobre a língua grega, pois o Novo Testamento foi escrito em grego: sempre que os gregos queriam dizer algo no futuro sobre o que estavam tão certos de que não poderia ser mudado, eles o diziam no passado. Em outras palavras, existe o que é conhecido como um ‘futuro-passado’ no grego. Quando eles queriam dizer algo tão seguro para o futuro, sobre o que Deus iria fazer, eles diziam como se já tivesse acontecido.

Por exemplo, você sabe que a Bíblia diz: você já está sentado nos lugares celestiais? Você diz: “Não, eu não estou. Agora mesmo eu estou sentado na Grace Community Church”. Sim, certo, mas algum dia você vai se sentar totalmente nos lugares celestiais e é tão verdadeiro e é tão irrevogável que Deus diz isso como se já tivesse acontecido, e é exatamente o que isso significa aqui. Se você é cristão, você já recebeu uma herança.

Você diz: “É como uma herança humana, em que você não consegue tomar posse dela antes de certa idade?”. Bem, parte disso você não consegue até chegar ao céu, mas algumas outras partes dessa herança são suas agora. Veremos isso em um minuto.

O versículo 11 diz: “nele, digo, no qual fomos também feitos herança”. As palavras gregas aqui estão em uma forma passiva. O verbo é passivo (“fomos feitos”). Agora, neste caso, pode ser traduzido de duas maneiras. Pode ser traduzido dessa maneira: “Em quem fomos feitos uma herança”. Isso significa que somos a herança de Cristo. Em outras palavras, Cristo nos herdou. Você diz: “Isso não é uma pechincha?”. Bem, é verdade. Cristo nos herdou. Pode ser, linguisticamente, gramaticalmente, traduzido assim. E você sabe de uma coisa? Isso é verdade.

Ouça as próprias palavras de Jesus: “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (João 6:37). Você vê, somos o presente do Pai para o Filho. Esse é o sentido em que somos Sua herança. E você vê, Deus concedeu ao Filho a herança da igreja, Ele lhe deu a igreja como uma recompensa pela fidelidade Dele.

Quando Jesus morreu na cruz e ressuscitou, a Bíblia diz em Filipenses 2:9-10, que “Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra”. Deus não só exaltou Jesus por causa de Sua obra maravilhosa na cruz e ressurreição, mas Deus Lhe deu os despojos da vitória na cruz. E você e eu somos os despojos de Cristo. Ele nos conquistou no Calvário. E nós somos a herança Dele. Nós somos o dom do Pai para o Filho. E é por isso que Malaquias 3:17 diz: “E eles serão meus, diz o Senhor dos Exércitos; naquele dia serão para mim jóias”. Você entende isso?

Agora, se você está lutando com uma sensação de falta de autoestima, pense numa verdade gloriosa como esta. Você é um presente do Pai para o Filho, um presente de amor. Você diz: “Eu não entendo por que o Pai quis de me dar ao Filho e o Filho me levar ao Pai”. Mas é assim que a graça e o amor de Deus funcionam. Ele nos comprou na cruz. I Coríntios 6:19-20 declara:

Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.

Na conversa com os anciãos em Éfeso, Paulo diz: “Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue”. Somos a herança Dele. Nós pertencemos a Ele. Nós somos Suas posses pessoais.

Então, esse é um aspecto que esta frase poderia significar. Mas, ela poderia significar algo mais também, por causa da forma do verbo: “Em quem obtivemos uma herança”. Pode significar que recebemos Cristo como uma herança. Então, em um sentido, somos a herança Dele e, em outro sentido, Ele é nossa herança. Ele nos herda e O herdamos. E, francamente, pessoal, conseguimos o melhor negócio. Nós herdamos Cristo. Quando você se torna um cristão, Ele se torna seu.

Eu amo o hino “Eu sou Seu e Ele é meu”. Ambas as declarações são verdadeiras. Quando eu me tornei cristão, herdei-O. Ele se tornou meu e Eu Dele. I Coríntios, capítulo 3, versículo 21-23 diz:

Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso; seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, seja o presente, seja o futuro; tudo é vosso, E vós de Cristo, e Cristo de Deus.

Em outras palavras: “Você herda tudo. É tudo seu. Você obteve uma herança em Cristo. E você é de Cristo”. Você herda tudo e Ele herda você. Que união tremenda!. I Coríntios 6:17 diz: “Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito…”. Um espírito, você se torna um com Jesus Cristo e você sabe o que acontece? Ele se torna seu e você se torna Dele para que você perca sua identidade. Um cristão não tem nenhuma identidade além de Cristo. Em Filipenses 1:21, Paulo expressa essa verdade: “Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho”.

Quando você atravessa o mundo vivendo como cristão, você sabe que a ideia é de você ser Cristo no mundo, expressando amor, perdão, misericórdia, graça etc. É disso que se trata. Nós não estamos no mundo para aproveitarmos esta vida. Estamos no mundo para perdermos nossas vidas como Jesus perdeu a Sua pelo bem dos outros. Se esta realidade acontece em sua vida, você não consegue mais traçar uma linha que separa sua vida da vida de Cristo em você. “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim” (Gálatas 2:20).

Embora esses dois pontos sejam verdadeiros, em Efésios 1 Paulo enfatiza a segunda verdade, ele está falando sobre o fato de ter obtido uma promessa, ele está falando sobre as coisas que Deus tem para seus filhos. “Em quem obtivemos uma herança”, ele está falando sobre o que recebemos em Cristo. E o Novo Testamento fala muito sobre isso. I Pedro 1:3-5 diz:

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo.

Bem, vamos agora ao texto de Efésios. Até aqui foi uma introdução. Há três assuntos que eu quero que você entenda: o fundamento de nossa herança, a garantia de nossa herança e o objetivo de nossa herança. Efésios 1: 11-14 diz:

11 Nele, digo, no qual fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade,
12 a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo;
13 em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa;
14 o qual é o penhor da nossa herança, até ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória.

Você diz: “Não entendo como conseguimos esta herança, não entendo como podemos ter certeza de que conservaremos esta herança até o fim e também não entendo por que Deus está fazendo isso”. É o que eu quero compartilhar com você.

Em primeiro lugar, qual é o fundamento da nossa herança? Qual é a base para isso? Por que Deus faz isso? E como? E o que a torna real?

Veja as duas primeiras palavras no verso 11: “Em quem”. O fundamento da nossa herança é Cristo. Não há como obter nada que Deus tenha para oferecer além de Cristo. Não há nada fora de Cristo. Atos 4:12 diz: “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos”. Deus diz que está em Cristo. É em Cristo.

“Em quem”, olhe isso no versículo 11; “Em quem recebemos uma herança”. Em quem, é estar em Cristo, é ser um com Ele. Sobre essa união indivisível, o versículo 3 diz: “Somos abençoados porque estamos em Cristo”. Essa é realmente a biografia espiritual do cristão .

Romanos 6:3 diz: “não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte?”. Paulo não está falando sobre o batismo nas águas, está falando da nossa união com Cristo [nossa imersão em Cristo], falando sobre ser colocado em Cristo. Fomos batizados em Sua morte. Os versos 4 e 5 dizem:

De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição.

Escute, aqui está um pensamento fabuloso. Quando você se tornou um cristão, por um maravilhoso milagre que só Deus poderia fazer, você foi levado daqui e transportado dois mil anos de volta, pregado na cruz, enterrado com Cristo, você se levantou com Cristo e você se tornou um com Cristo para sempre. É assim que funciona. Deus realizou um milagre incrível. Deus colocou você em união com Jesus Cristo. Você morreu com ele para que seu pecado fosse pago. Você se levantou com Ele, você anda em novidade de vida, agora você é um com Ele para receber toda a herança que Deus deu ao Seu Filho amado. Isso é união com Cristo. Isso é estar em Cristo.

Isso é diferente de simplesmente seguir os ensinamentos de Jesus. É diferente. É morrer e ressuscitar com Ele. Não apenas ouvindo-o. É colocando Nele sua fé e confiança, é uma união real. E qual será resultado final dessa união?

Amados, agora, somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque haveremos de vê-lo como ele é (I João 3:2).

Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos (Romanos 8:29).

Deus não apenas ama o suficiente para nos levar a sermos partes de Sua família, mas Ele nos ama o suficiente para nos fazer exatamente como Seu Filho. Incrível! É o que acontece quando você é salvo. Você é um com Cristo, você morreu para o velho homem, você vive para o novo, você herda tudo o que Ele tem, você está em Cristo para obter uma herança que é a herança Dele. E, como eu digo, quando você começa a viver para Jesus Cristo, descobre que perdeu sua identidade, e agora Cristo é a sua identidade.

Agora você diz: “Mas, como isso aconteceu? Como?”. Certo, olhe de volta comigo, capítulo 1 de Efésios, vejamos como. Olhemos o lado de Deus por um minuto. Fomos predestinados de acordo com o propósito daquele que trabalha todas as coisas segundo o conselho de Sua própria vontade.

O versículo 4 diz que Deus “nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo”. Ele predestinou. Falamos sobre isso nas vezes anteriores, somos o que somos por causa da escolha que Deus fez antes dos tempos dos séculos. Isso é muito grandioso, suponho que nunca vou entender isso. Por que Deus me escolheria? Um miserável pecador. Por que Ele colocaria Seu amor em mim? Isso é no conselho de Sua própria mente. Isso faz parte de estar em Cristo. do lado de Deus, Ele predestinou de acordo com o Seu propósito eterno. Foi o plano Dele. E isso é um mistério.

Na verdade, a palavra “predestinado” é “proorizo” no grego; significa “marcar os limites”. Deus planejou isso. Ele marcou os limites. Mas eu quero que você perceba uma segunda parte do versículo 11: “predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade”. Esta é uma afirmação fabulosa. A palavra traduzida como “faz” ou “trabalha” no grego é “energeo, isto é, a partir do qual nos tornamos energizados. Ouça isso agora: O que Deus planeja, Ele energiza.

Você entendeu? Deus não anda procurando como fazer algo funcionar, testando uma coisa aqui e outra ali. Ele simplesmente faz por Sua vontade e poder, executando Seu plano eterno. Deus não planeja algo para tentar descobrir como fazê-lo acontecer. Deus sempre energiza o que Ele pensa. Ouça: um pensamento na mente de Deus é energizado para a realidade. Isso é porque Ele é o Todo Poderoso.

Então, ele não só nos predestinou, mas Ele está energizando a realização disso. Ouça-me, amado: se Deus em Sua graça maravilhosa te escolheu para ser uma parte de Seu plano para a eternidade, então, creia, Ele o trará. Você crê nisso? Paulo declarou: “Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo” (Filipenses 1:6). O que Deus começa, Ele termina. Ele não é Deus de obras inacabadas. No verso 19 e 20 de Efésios 1, Paulo volta a falar desta ação poderosa e soberana de Deus:

E qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do seu poder; o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar à sua direita

Você tem aqui uma ilustração de quão poderoso Ele é. Ele ressuscitou Cristo dentre os mortos. Esse é o tipo de poder que está trabalhando em Seu plano. Deus efetiva tudo o que planejou, nada O pode impedir ou O fazer mudar de ideia. Se Deus faz um plano, Ele o executará, Sua vontade é suprema. Se Deus determinou colocar Seu amor sobre alguém, nada o impedirá. Em Romanos 8 Paulo diz:

30 E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou.
31 Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
33 Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
35 Quem nos separará do amor de Cristo?…
38 Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
39 Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

Em outras palavras, quando Deus decide algo no Seu plano, Ele energiza sua realização, que é irrevogável. Uma esperança segura. Do lado de Deus, o fundamento de nossa herança é estar em Cristo, a predestinação. Você diz: “E do nosso lado?” O verso 12 de Efésios 1 diz: “a fim de sermos para louvor da sua glória”. Você entende isto? A salvação é sempre apresentada do lado de Deus para que somente Deus seja glorificado.

As pessoas dizem: “Bem, Deus quer muito crédito?” Sim, sim, Deus quer toda a glória. Não é uma competição com o homem. Somente Ele é digno. Não podemos entender bem isto porque somos uma raça caída e buscamos a glória por motivos errados e para finalidades erradas. Nossos motivos estão corrompidos. Mas não projete isso em Deus. Ele procura a glória por razões santas. Somente Ele é digno.

Deus quer ser louvado e glorificado. E a maneira como Ele pode ser glorificado e louvado na salvação é dizer: tudo veio Dele e nada de nós. E isso Lhe dá a glória que Lhe é devida.

Você diz: “Bem, o que devo fazer? Ficar sentado esperando um “zap”? Torcer para ser um escolhido? Esperar algum gancho de pesca divino me fisgar? É isso?”

Não! Assim você está olhando para um lado. O lado de Deus é a predestinação. Mas e o lado humano? Olhe para o versículo 12: “a fim de sermos para louvor da sua glória”. E no grego isso significa “esperançados em Cristo” . Você vê, a parte humana disso é que devemos colocar nossa esperança em Jesus Cristo. Esse é o equilíbrio. É de Deus e ainda somos parte disso também.

O versículo 13 diz: “em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa”. Você vê, há a parte humana. Você crê. Claro, do lado de Deus é a predestinação, do nosso lado é a fé.

Você diz: “Mas como Deus poderia escolher e nós crermos, ambas as coisas existindo ao mesmo tempo?”. Eu não sei. Mas, como já disse antes, as coisas que não entendi na Bíblia são as melhores partes. Porque elas me lembram de que Deus escreveu este livro. Se um homem escreve um livro, o editor pode apontar contradições e solicitar correções. Mas você não pode fazer isso com a Bíblia, um livro que expressa a mente de Deus, e não podemos entender tudo. A resposta está na própria mente Dele.

Não se preocupe com a forma como Deus resolve isto, apenas saiba que Deus obtém todo o crédito, toda a glória, mas você deve responder com fé. Deixe Deus harmonizá-lo, é complicado demais para mim. Paulo diz: “nós, os que de antemão esperamos em Cristo”. Você colocou sua esperança no Messias e creu. Você vê, não é apenas a predestinação, deve haver a pregação do evangelho, o ouvir do evangelho, a crença no evangelho e a esperança no Cristo do evangelho.

Romanos 10:14 diz que “a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus”. A fé vem ao ouvir uma mensagem sobre Jesus Cristo. A fé é a nossa resposta ao propósito eletivo de Deus. Ele o escolheu antes da fundação do mundo, planejou esta herança, tudo o que você tem que fazer é crer. E se você crer, você irá confirmar o propósito eletivo de Deus e entrar na promessa que Ele deu. Deus sempre cumpre suas promessas.

Você vê, crer é a nossa parte. É uma coisa simples. Você não precisa fazer ginástica espiritual, você não precisa passar por rituais, você apenas crê. Pois, com o coração se crê para a salvação e justiça. João 1:12 diz que “todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome”. Deus odeia um sistema de religião que diz que você pode conquistar o caminho para o céu. Porque isso não é verdade. Não é verdade. Um verdadeiro cristão é aquele que não está tentando ganhar o caminho para o céu, simplesmente porque é impossível por obras humanas. Há apenas um caminho e é através da fé em Cristo. O verdadeiro cristão simplesmente crê. Você diz: “Mas o cristão verdadeiro não pratica boas obras?”. Sim, as boas obras são a resposta da sua fé, não o esforço de algum mérito humano.

Então, há dois elementos neste campo de nossa herança. Significa estar em Cristo. Do ponto de vista de Deus, a predestinação, do nosso, a fé pessoal. Deixe-me dar um passo adiante. Deixando o pensamento terreno de nossa herança, vamos ao objetivo, ou melhor, a garantia de nossa herança.

Você diz: “Isso parece tão bom, John, como sabemos que é verdade? Como sabemos realmente se não podemos perder esta herança? Como vou ter certeza que na hora da morte eu não fiquei no meio caminho? Como eu sei?” 

Bem, Deus sabe que você queria saber sobre isto. Até mesmo sobre tudo que compramos queremos uma garantia. Bem, Deus tem uma garantia para você, porque Ele sabe que você precisa ter essa confiança. Então, olhe para o final do versículo 13: “tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa”. Olhe bem para esta declaração.

Nós ainda não fomos totalmente redimidos, nós fomos redimidos espiritualmente, mas não tivemos o nosso corpo físico redimido. Em Romanos 8 você conhece a redenção do corpo, nós ainda não fomos para o céu. Não tivemos a total posse de toda a nossa herança. Não estamos ainda na casa do Pai, no céu, tendo recebido tudo. Isso ainda não aconteceu.

Você diz: “Então, como eu sei que isso vai acontecer? Qual é a garantia?”. E Paulo diz; “Você foi selado com o Espírito Santo da promessa”. Ele é chamado de Espírito de promessa, porque é essa promessa que Ele está lá para selar. Entende? E “ele é o penhor de nossa herança” (v.14). Ele é a garantia. Até quando? “até ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória” (v.14). E Romanos 8:9 diz que “se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele”. Então, se você é cristão, você possui o Espírito Santo. I Coríntios 6:19 diz que seu corpo é o templo do Espírito de Deus.

Quando você se tornou um cristão, Deus veio habitar em você. É por isso que a mudança ocorreu. É por isso que há algo novo em sua vida. O Espírito de Deus está dentro de você. E Ele está para capacitá-lo, enchê-lo, equipa-lo e também para garantir a sua herança. Ele está lá para lhe dar confiança. Romanos 8:14 diz que os Filhos de Deus são guiados pelo Espírito de Deus. Você vê, Ele tem um trabalho de confirmação. Romanos 8:16 diz que “O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”. Ele é uma força de segurança. Ele é uma garantia.

Deixe-me mostrar o que quero dizer com isso. Agora veja a palavra “selados”. Você foi selado com o Espírito Santo da promessa. Agora, o que significa ser selado? Bem, isso é muito interessante. É o selo da autoridade. Naqueles dias, em qualquer documento oficial, você derramaria a cera sobre ele, e o rei ou quem por ele designado, faria uma marca com seu anel no documento e o selaria, dando-lhe validade e garantia.

O Espírito de Deus é o selo. Agora, o que isso significa? Deixe-me mostrar-lhe rapidamente quatro coisas que o selo do Espírito significa. Veremos isto com mais profundidade à medida que avançarmos na carta aos efésios.

Em primeiro lugar, o selo usado pelos príncipes, reis e nobres, nos tempos bíblicos, era um sinal de segurança.

Quando o inimigos de Daniel induziram Nabucodonosor a fazer um edito ordenando culto à si mesmo, sob pena de morte, Daniel não obedeceu e foi acusado por eles. O rei tentou livrar Daniel, mas seu edito o obrigava a cumprir a sentença. Então “foi trazida uma pedra e posta sobre a boca da cova; e o rei a selou com o seu anel e com o anel dos seus senhores, para que não se mudasse a sentença acerca de Daniel” (Daniel 6:17).

Em outras palavras, ninguém poderia remover aquela pedra, porque estava selada pela maior autoridade da Babilônia. Apenas alguém mais alto que o rei poderia quebrar esse selo. Esse era o sinal da segurança.

Vou dar-lhe outra ilustração. Quando enterraram Jesus Cristo no túmulo, eles rolaram a pedra e o que eles fizeram? Eles o selaram com um selo de Roma (Mateus 27:66). O que significou aquele selo romano? Nenhum poder poderia se atrever a abrir o selo, a menos que fosse um poder maior do que Roma. Você sabe que Deus quebrou aquele selo. Mas o selo era um sinal de segurança.

Ouça, quando você se tornou um cristão, Deus colocou Seu Espírito Santo em você e o selou com o Espírito Santo e disse: “Está seguro. Ninguém pode tocar essa vida”. Como não há nada superior à autoridade de Deus, aquele selo é o sinal máximo de segurança que pode existir. O Espírito Santo é esse selo (Efésios 1:13 e 4:30).

Em segundo lugar, o segundo uso da palavra selo é como um sinal de autenticidade.

Em I Reis 21, temos a história do rei Acabe cobiçando a vinha de Nabote, que recusou a lhe vender. Ele se valeu da maldade de Jezabel, que inventou uma acusação de blasfêmia contra Nabote. Sendo ele morto, Acabe se apossou da vinha.

O versículo 8 diz que Jezabel escreveu cartas em nome de Acabe para executar seu plano maligno “e as selou com o seu sinete; e mandou as cartas aos anciãos e aos nobres que havia na sua cidade e habitavam com Nabote”. E uma vez que ela assinou essa carta e estampou com o selo do rei, a carta tinha uma marca de autenticidade. Esta era uma carta legítima do rei. O selo era a assinatura real e dava autenticidade para a carta.

Quando Deus nos dá Seu Espírito Santo é como se Ele dissesse isso: “Este é um filho autêntico do rei, ninguém pode tocá-lo”. O cristão autêntico é aquele que possui o Espírito Santo, que é selado com uma marca de autenticidade.

Então, o selo fala de segurança para nunca ser quebrada. Fala de autenticidade, de ser um verdadeiro filho de Deus. Em terceiro lugar, também é usado na Bíblia como um sinal de transação (negócio) completa.

Em Jeremias 1:5, Deuz diz a Jeremias: “Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta”. Os versos 18 e 19 dizem:

Porque, eis que hoje te ponho por cidade forte, e por coluna de ferro, e por muros de bronze, contra toda a terra, contra os reis de Judá, contra os seus príncipes, contra os seus sacerdotes, e contra o povo da terra. E pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti; porque eu sou contigo, diz o Senhor, para te livrar.

E Jeremias foi fiel em seu ministério profético. Mesmo sabendo que Jerusalém já estava cercada pelos exércitos de Nabucodonosor e seria devastada, ele comprou uma propriedade por direção de Deus (Jeremias 32:8). Os versos 9 a 11 de Jeremias 32 dizem:

Comprei, pois, a herdade de Hanameel, filho de meu tio, a qual está em Anatote; e pesei-lhe o dinheiro, dezessete siclos de prata. E assinei a escritura, e selei-a, e fiz confirmar por testemunhas; e pesei-lhe o dinheiro numa balança. E tomei a escritura da compra, selada segundo a lei e os estatutos, e a cópia aberta.

Você sabe o que o selo significa? É um sinal de uma transação concluída. Amados, não estamos no processo de sermos salvos. Quando você coloca sua fé em Jesus Cristo, Deus lhe deu o Espírito Santo e disse: essa é uma transação concluída.

Então, é uma marca de segurança, é uma marca de autenticidade, é uma marca de uma transação acabada. Por último, é uma marca de autoridade.

É um sinal de autoridade. E você encontra isso no livro de Ester, capítulo 8. Ester queria que o rei resolvesse uma questão. Então, ela disse: Tudo bem, você faz o edito, o rei, e você o assina com o selo e vamos realizá-lo. E então, “escreveu-se em nome do rei Assuero e, selando-as com o anel do rei” (Ester 8:10). O selo do rei dava àquelas cartas uma marca de autoridade.

Deus lhe deu o Espírito Santo e você leva consigo a autoridade divina. Portanto, o dom do Espírito Santo, o Espírito da promessa, garante a herança, nos autentica como genuínos, nos delega autoridade divina e simboliza uma transação concluída. Amado, quando Deus lhe deu o Espírito Santo, Ele lhe deu a garantia e toda a garantia que você sempre precisará para que toda promessa nele seja sim.

Nota do site: Sobre a segurança eterna de nossa salvação, leia: A Perseverança dos Santos, bem como os demais sobre a A Doutrina da Graça

E, finalmente, vimos o terreno da herança Nele. Nós vimos a garantia da herança – o Espírito da promessa. Agora, o objetivo da herança. Porque Ele fez isso? O final do versículo 14 diz: “em louvor da sua glória”. Deus quer ser glorificado através de você.

Nós não somos cristãos para a nossa própria glória. Se você quiser buscar alguma glória para si, será como um ser muito insignificante tentando competir com o Deus Eterno. Não há chance. A única coisa que deve nos mover é a busca pela glória de Deus. Somente a glória Dele.

E assim, Deus fez essas coisas por nós. Deixe-me apenas adicionar um pensamento de fechamento. Veja o fim do verso 13 e o início do 14: “o Santo Espírito da promessa; o qual é o penhor da nossa herança”. O que é penhor? A palavra grega é “arrabon”. Significa duas coisas: Pagamento antecipado e anel de noivado. Há um compromisso, há um investimento. E é exatamente isso que Deus está dizendo:

Tenho uma promessa para você; Tenho uma herança para você. Eu tenho algo escondido para você que é tão incrível e só para que você saiba que não estou brincando, aqui está o meu pagamento antecipado, aqui está o meu anel de noivado, aqui está o meu Espírito da promessa.

E, amado, o Espírito vive dentro de nós para confirmar-nos constantemente que somos os filhos de Deus e que Ele nos selou para que vejamos o cumprimento de todas as Suas promessas. Bem, meu coração está cheio de louvor por Aquele que é tão gracioso com esse pecador. E tudo vem ao louvor de Sua glória.

Vamos orar.

Obrigado, Pai, por derramar sobre nós todas as riquezas de Tua graça. Obrigado pelo fato de que tantas pessoas vêm aqui para se alimentar de Tua Palavra e de compartilhar Teu amor uns com os outros. Obrigado porque o Senhor nos reuniu em torno de Teu filho. Oramos para que assim como nós tão maravilhosamente O herdamos, que possamos perceber que Ele também nos herdou, para a Sua própria glória e Seus próprios propósitos de uso. Que o mundo não seja capaz distinguir o Senhor de nós. Que veja o Senhor em nós. Oramos em Teu maravilhoso nome, amém.


Esta é uma série de sermões sobre Efésios. Links dos sermões já publicados:


Este texto é uma síntese do sermão “Divine Promises Guaranteed”, de John MacArthur em 05/02/1978.

Você pode ouvi-lo integralmente (em inglês) no link abaixo:

https://www.gty.org/library/sermons-library/1905/divine-promises-guaranteed

Tradução e síntese feitos pelo site Rei Eterno


 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *