Os ataques sem fundamentos à Bíblia

Imprimir
“Os céus manisfestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra de suas mãos” (Sl. 19:1)

“Ele ficou em silêncio por um tempo e depois de dizer algumas frases sobre a santidade de Deus e a grandeza da Bíblia, olhando com carinho para o exemplar que estava segurando o tempo todo, disse: – Quero louvar a Jesus. Lamentou seus ataques a Bíblia dizendo que quando era jovem tinha idéias informes”. Lady Hope (Enfermeira que cuidou de Charles Darwin nos seus últimos dias de vida)

Eis os momentos finais do pai da mentirosa teoria da evolução. Esta estranha “teoria” sem pé e sem cabeça, aliada ao “estranho ovo cósmico da teoria do big-bang“, são os “fundamentos do jornalismo científico” contra a Bíblia.

A imprensa moderna, especialmente nos últimos dez anos, não poupa esforços para promover as mentiras da evolução, por um lado, suscitando dúvidas infundadas concernente à Bíblia, por outro fazendo uma bem bolada propaganda da evolução, comemorando todo dente que os arqueólogos encontram (é, porque eles encontram um dente, mandíbula, crânio, daí inventam todo o esqueleto, criam artificialmente músculos, pele e pelos e, aí, é só dar um nome complicado à sua invenção e apresenta-la como um antepassado do homem). Aproveita-se, é claro, do baixo conhecimento da maior parte das pessoas com respeito aos fatos científicos e bíblicos. A imprensa não divulga, por exemplo, que mesmo no meio dos que se dizem evolucionistas sequer há consenso, e que grande parte dos maiores cientistas já não acreditam mais na teoria da evolução. (Clique aqui e leia mais).

Realmente a hipótese de que nossa “bisavó” não passava de um “chimpanzé comedor de piolhos e bananas” é a mais popular. Mas, entre os doutos evolucionistas há quem diga que na verdade evoluímos de um peixe e não de um primata (pausa para você liberar sua risada). E isso não é tudo. A imprensa também não divulga que no próprio meio científico há severas críticas à teoria da evolução, principalmente após o avanço tecnológico que proporcionou ao homem o exame das estruturas celulares e o estudo do genoma.

É impossível, segundo as próprias leis da física, que estruturas tão complexas como o olho, apenas para citar um exemplo, se desenvolveram por acaso, pois a desordem não consegue formar resultados tão estruturalmente desenvolvidos, lembrando que se faltar um elemento apenas na composição ocular, não haverá como resultado final um olho, ou, na melhor das hipóteses, será defeituoso. Faça uma pequena experiência: pegue um objeto qualquer e programe lança-lo para que caia em determinado lugar, em certa posição e o arremesse de qualquer jeito (desordem) algumas vezes. Você verá que se o seu arremesso foi desprovido de qualquer intenção em fazer que sua vontade fosse cumprida, por certo dificilmente o objeto caiu no lugar e na posição programados. No entanto, os evolucionistas insistem em dizer que estruturas tão complexas como o universo e a vida foram assim formadas. Aliás, os evolucionistas do passado, por não saberem as funções de certos órgãos do corpo, como a vesícula, por exemplo, precipitaram-se em dizer que a mesma era um resquício dos antepassados que evoluíram até se tornarem no que eles chamam atualmente de homo.

Hoje a ciência sabe a função da vesícula e não ousa repetir os absurdos dos evolucionistas do passado, mas também não ousa divulgar quão infundada era a sua hipótese científica. A teoria da evolução não resiste às leis elementares da física e aos exames mais aprofundados da ciência com uso da tecnologia moderna. O que os evolucionistas, e a imprensa que os serve tão bem, não dizem abertamente é que a evolução não é, nem para a ciência, uma lei, mas uma teoria. Todavia, apresentam essa teoria mentirosa como uma lei irrefutável. Por que?

Porque antes do Humanismo científico o homem já vivia longe de Deus e já proclamava a sua não existência, mas depois dele o homem pensou que teria uma evidência racional, científica para respaldar sua decisão em viver fora do governo de Deus. É realmente melhor, para o que vive distante de Deus, pensar que somos um conjunto de células, formadas ao acaso, evoluídos a partir de um macaco, peixe ou ameba, destinados a existir um tempo e depois desaparecermos apodrecendo como alimentos de vermes. É, assim, poderemos viver do jeito que quisermos, sem pensarmos na nossa eternidade, pois ela, segundo o ímpio, não existe: o homem é matéria! Mas, todo esse modo de viver é apoiado em uma hipótese defendida numa teoria frágil e infundada: a hipótese de que Deus não existe.

Sabendo disso, isto é, que o homem poderia descobrir, pelo simples ato de pensar e investigar, a fragilidade da teoria da evolução, o diabo, o príncipe deste mundo, incitou as mentes brilhantes (segundo o mundo, pois toda essa sabedoria para Deus é loucura) a criarem o espiritismo científico. Que cartada!! Por essa outra mentira, o homem é considerado um ser espiritual. Não é só matéria. Os que assim crêem, misturam evolução, com Bíblia e ensinamentos de demônios. Resultado? Heresia. Uma bela e empolgante heresia, segundo a qual devemos reencarnar quantas vezes seja necessário, até nos tornarmos espíritos evoluídos. Todavia, o que a Bíblia diz é que “ao homem é dado morrer uma só vez e depois segue-se o juízo” (Hb 9:27). A doutrina espirita nega a autoridade de Jesus como Senhor do universo, tendo-o apenas como um espírito evoluído. É bom seguir essa mentira. Bom para a sua carne e sua consciência cauterizada pela mentira. Você viverá uma vida aqui do jeito que quiser e, depois, viverá de novo e de novo e de novo, quantas vezes for necessário. Se você adultera, é porque no passado estava ligado a outra pessoa e não àquela a quem você se comprometeu ser fiel até a morte; se você é desonesto, é culpa da sua vida passada; se você é bonzinho, é fruto também de uma vida passada, é um espírito evoluído, e assim por diante.

A Bíblia é realmente um desmancha prazer. Diz que “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Rom. 3:23) ; que “em nenhum outro (Jesus) há salvação, porque debaixo do céu não há outro nome pelo qual podemos ser salvos” (Atos 4:12).; que “não há outro mediador entre Deus e os homens a não ser Jesus” (I Tim. 2:5) ; que “todos nós compareceremos perante o tribunal de Cristo” para sermos julgados; que “quem tem o Filho (Jesus) tem a vida, mas quem não tem o Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece ” (João 3:36). Você não é um espírito reencarnado e ninguém nunca o foi. Não importa que sinais sobrenaturais você já presenciou. Procure conhecer a Verdade da Palavra de Deus e verá que há ações demoníacas bem contundentes nessa terra e que o diabo não faz apenas o mal, o terror, mas “se transfigura em anjo de luz” (II Cor. 11:14) para enganar. Alain Kardek morreu, apodreceu na sepultura e comparecerá, comigo e você, perante o trono de Deus para ser julgado por Jesus, que morreu, mas ressuscitou e foi exaltado por Deus, recebendo toda a autoridade e poder. É melhor servir a um Rei vivo do que a um mentiroso morto.

Seria bom, já que você ainda tem a oportunidade, de se arrepender dos seus pecados, entregar o governo de sua vida a Jesus e viver uma vida de obediência à Palavra de Deus, pois será bom ouvir de Jesus: “vinde benditos de meu Pai, possuí o reino preparado desde antes a fundação do mundo…”.

Mas, não é só de espiritismo ou espiritualismo que vive o homem distante e questionador de Deus. O mundo religioso, cada vez mais materialista, está a cada dia abrindo mão de convicções básicas. Uma incoerência sem par. Todavia, apregoam que a Bíblia não passa de um livro mitológico. Mesclam ciência e Palavra de Deus. Para que? Pelo mesmo motivo anteriormente falado: para viverem do jeito que querem, sem se submeter ao governo de Jesus. Nesse desiderato, mentem no seu dia-a-dia (pois a mentira é uma necessidade para o convívio social, argumentam), encurvam-se diante de imagens de escultura, celebram culto a Maria como fruto de uma tradição criada pelo homem (sem qualquer respaldo bíblico), casam o divorciado, divorciam o casado, os solteiros estão livres para praticar o sexo livre, o aborto não é mais crime em muitas legislações (então, não é mais pecado), as famílias fugiram ao padrão da Palavra de Deus, os maridos não são mais cabeças (melhor assim, liderar exige mais responsabilidade…), as esposas é que comandam, os filhos são desobedientes, o casamento heterossexual é repudiado, mas os homossexuais sonham com ele. Muitos dos que assim vivem têm a Bíblia na mão (apenas), mas não têm o governo de Cristo em suas vidas, embora se auto-proclamem cristãos.

Assim, a evolução, embora uma teoria, é uma mentira de efeitos gigantes para o que nela crer. É uma base sobre a qual toda uma vida de impiedade e distância de Deus é construída. Fuja dela e de todas as suas vertentes, sejam científicas, sejam religiosas. Um dia você estará diante de Jesus e nesse dia Ele não poderá mais lhe salvar, pois será um Juiz e não um salvador. Hoje é tempo de arrependimento. Não se apegue a conceitos que apenas servem para respaldar sua vida vazia de Deus.

A evolução diz que não há um Deus. O espiritismo diz que Jesus não é Deus. O cristianismo corrompido criou um deus próprio, um falso deus, que fecha os olhos para o pecado que você tem cometido, pois consideram apenas como pecado o matar, roubar, estuprar e coisas do gênero, dizendo que o importante é que você seja feliz. Mas, reflita, você é feliz vivendo longe de Deus, sendo um ateu ou um religioso? Por que, então, você se dopa com álcool, ou drogas, ou trabalho, ou estudo, ou sexo? Você não pode parar para pensar na sua condição, não é mesmo? Arrependa-se hoje dos seus pecados, entregue sua vida ao governo de Jesus e viva uma vida para agradá-lo e servi-lo, então você provará da paz verdadeira, a paz que independe das circunstâncias de dor, sofrimento ou alegria, a paz que o mundo não conhece, de ter a certeza de que no dia do Juízo o Senhor Jesus o receberá como membro de Sua família, um filho de Deus.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *