O sistema mundano e a Igreja

Imprimir
Satanás tem um propósito, um projeto e um programa. Seu propósito é “ser igual ao Altíssimo”, seu projeto é estabelecer um reino em oposição ao Reino de Deus, seu programa é melhorar as condições do mundo e as circunstâncias da humanidade de modo que os homens estejam satisfeitos em permanecer como seus súditos e não tenham desejo pelo Reino de Deus.

Satanás tem sido representado na maioria das literaturas do mundo como o espírito maligno do inferno. Ele tem sido caracterizado como uma abominável criatura com chifres e cascos, revelando em tudo isso que era cruel, depravado e sujo. Mas ele é exatamente o oposto de tudo isso. Ele nunca quis ser o deus do inferno, mas o Deus nos céus.
Foi o julgamento de Deus sobre sua rebelião que o fez rei do mais profundo abismo. Ele é o inspirador dos mais altos padrões desse ímpio e auto-suficiente mundo da raça humana. Seu propósito era e ainda é: ser e fazer sempre o que Deus faz. Vamos sempre ter em mente que o propósito de Satanás era destronar Deus em seu universo e nos corações dos homens e então tomar Seu lugar.
Para ter sucesso na sua tentativa Satanás não deve tentar ser diferente de Deus, mas como Deus. Para inclinar os corações dos homens para ele mesmo como um soberano e atrair seus corações para ele em adoração ele precisa imitar a Deus. Para anular a obra de Cristo Satanás precisa falsificá-la o máximo possível.

Seu projeto está alinhado com seu propósito. Ele deixaria sua posição de subordinado no Reino de Deus e estabeleceria seu próprio reino. Seu fundamento seria o eu (ego). Vontade própria, amor-próprio, interesse próprio e suficiência própria constituiriam sua pedra de esquina. A ilegalidade, a revolta contra o senhorio de Deus, a irreverência, a recusa em adorar a Deus seriam a sua superestrutura.

Satanás sabia que tal projeto teria de ser protegido por um programa inteligente. Nem mesmo o homem natural se submeteria conscientemente à soberania de Satanás ou se prostraria e o adoraria.
Por isso o programa de Satanás desde o princípio tem sido a ilusão. Ele tem procurado manter o homem natural satisfeito consigo mesmo e com o mundo em que ele vive. Isto não é uma tarefa fácil como ela parece ser.
O espírito do homem nunca pode estar satisfeito a não ser em Deus, de quem ele veio e para quem ele foi criado. Algo no pior dos homens, em algum momento e sob algumas circunstâncias, clama por Deus. O homem vive e labuta com suor, sofrimento e dor. Seu espírito, alma e corpo clamam pro libertação da carga de intolerância.

À luz desse conhecimento Satanás armou um programa inteligente. Ele uniu todos os seus súditos e uma enorme federação mundial para a reforma e melhoria do mundo.
Isto seria alcançado através de um plano cuidadosamente elaborado para a promoção da educação, cultura, moralidade e paz sobre a terra. Os relacionamentos humanos – internacional, civil, social, familiar e pessoal – estão inegavelmente em uma terrível confusão, mas através de conferências de paz, alianças de nações e organismos internacionais os desajustes poderiam ser corrigidos; através dos movimentos de educação em massa e programas de serviço social surgiria um novo pensamento que promovesse a autocultura e a auto-repressão, a guerra civil dentro da própria personalidade do homem teria fim, resolvendo todos os conflitos.

Seu programa precisa prover a perfeita satisfação da alma e do corpo do homem para que seu espírito possa ser mantido em trevas. Assim seu programa inclui todas as coisas concebíveis que possam servir para recreação, conforto, benefício e satisfação no âmbito físico, intelectual, afetivo, estético, moral e até mesmo na natureza religiosa do homem.

A terra está amaldiçoada, mas Satanás precisa fazer o que puder para remover [ou camuflar] os efeitos da maldição. O homem nunca estará satisfeito a menos que a terra seja o mais confortável e prazeroso lugar de se viver. Desse modo, o plano de Satanás é tornar este mundo muito atrativo e então organizar a sociedade humana para que possa estar tão ocupada com suas atividades e prazeres que os homens não pensarão em Deus. Satanás dopa o homem com o palpável e transitório e assim os separará do celestial e eterno.

Esta vasta federação de espíritos malignos e homens maus está organizada em um sistema astuto do qual Satanás é o espírito governante. Ele determinou seus princípios, dirige suas políticas, decide sobre seu programa e trama sua propaganda. Esse sistema satânico é o mundo. A Palavra de Deus resume tudo em uma frase: “o mundo jaz no maligno” (I Jo 5:19). [Satanás governa o comércio, a ciência, a educação, as artes, a justiça, a política e todas as demais manifestações do sistema do mundo. Todos esses sistemas trabalham em prol do ápice do reino de Satanás] 

A atitude desse sistema, o mundo, para com Jesus, é um ódio absoluto. [O sistema mundano incentiva qualquer religiosidade, desde que ela retire Jesus de sua posição de Senhor. Não se opõe quando os homens fazem isto com palavras vazias, mas quando o Senhorio de Cristo torna-se uma prática na vida do homem. Se alguém vive sob o senhorio de Cristo, o mundo torna-se seu inimigo declarado.] 

“Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós, me odiou a mim. Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia.” (João 15: 18-19)

“Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo. Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Não são do mundo, como eu do mundo não sou.” (João 17: 14-16)

“Não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” (Tiago 4:4)

“Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.” (I João 2: 15-17)

O propósito de Deus em Cristo é chamar os homens para fora do mundo; para libertá-los do amor por ele, para crucificá-los para o mundo e o mundo para eles.

“Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo”. (Gal. 6:14);

Do ponto de vista de Deus o mundo e a Igreja são totalmente opostos. O mundo é uma vasta organização de toda a massa de seres humanos incrédulos que estão debaixo da liderança de Satanás. [Muitos deles se dizem seguidores de Jesus (Mat. 7:21-23)] .
A Igreja é um organismo invisível de todos os verdadeiros crentes que estão debaixo do Cabeça, Cristo. [A Igreja não é uma instituição humana. Do ponto de vista humano ela é invisível].
Seus membros estão arrolados nos Céus e não nos livros dos homens (Heb. 12:23)] 
Estes dois estão em conflito na Terra e se opõem um ao outro.
Quando o trabalho da Igreja estiver completado, Jesus virá outra vez para tomar Sua propriedade para Si mesmo e estabelecer seu Reino sobre a Terra. Satanás será julgado e lançado no lago de fogo e enxofre e viverá uma eternidade sob tormento, juntamente com todos que fizeram parte de seu reino. Os redimidos herdarão uma eternidade em que Deus será tudo em todos.

Sintetizado de Ruth Paxson (1876-1949)
Nota: As observações em [ … ] são de autoria do site.

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Flávia Lyrio disse:

    Olá, gostaria que fizesse um estudo sobre homossexualidade. Vai pro inferno , não vai? Deus permite?

    Conto com vocês

    Flávia Lyrio

    • Administrador disse:

      I Coríntios 6

      9 Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas,
      10 nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

      Que mais é necessário falar sobre este assunto?

  2. Anonimo disse:

    Parabéns, ótimo texto!! Não pare por favor!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *