Sete preocupações com o cristianismo atual

Imprimir
• A falta de um fruto espiritual na vida de tantos que dizem ter fé.

• A raridade de uma transformação radical na conduta das pessoas.

• O fracasso de nossos mestres em descrever o que a fé deveria referir-se.

• O fracasso completo de multidões de interessados, por mais sinceros que sejam, de experimentar um cristianismo real.

• A fé sendo apresentada como um substituto à obediência, uma fuga da realidade, um refúgio da exigência de se raciocinar, um esconderijo para um caráter fraco.

• Para um número enorme de pessoas, a mudança da falta de fé para uma suposta fé não faz diferença real alguma na vida delas. E o nosso senso comum parece não entender que isto não serve para Deus.

• O perigo real de doutrina tão servilmente imitada e recebida sem críticas por tantos, seja tão falsa quanto a compreensão que têm da mesma.

O homem que crê obedecerá; a falha em obedecer é uma prova de que não existe a verdadeira fé.

A W Tozer

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. SANTOS disse:

    O homem que crê obedecerá

  2. Maria Marilda da silva disse:

    A fé é o firme fundamento, para aqueles que amam a Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *